Passar para o Conteúdo Principal
Mirandela Turismo

Produtos Certificados

Alheira de Mirandela: A Alheira de Mirandela é um enchido tradicional fumado, sendo os principais ingredientes a carne e gordura de porco, a carne de aves (galinha e/ou peru), pão de trigo, o azeite e a banha, condimentados com sal, alho e colorau doce e/ou picante. Podem ainda ser usados como ingredientes a carne de animais de caça, a carne de vaca e o salpicão e/ou o presunto envelhecidos. É um enchido com formato de ferradura, cilíndrico, sendo o interior constituído por uma pasta fina na qual se notam pedaços de carne desfiadas e cujo invólucro é constituído por tripa natural, de vaca ou de porco.

A alheira surgiu nos finais do século XV, fazendo parte da alimentação e da identidade das gentes transmontanas, assumindo atualmente um papel preponderante na gastronomia mirandelense. Considerando que a “Alheira de Mirandela” é no segmento dos enchidos tradicionais nacionais, uma referência, a Associação Comercial e Industrial de Mirandela, entidade gestora da Alheira de Mirandela, atenta à sua importância em termos económicos e culturais, desenvolveu atividades com vista à sua promoção, nomeadamente a Feira da Alheira de Mirandela.

Modo de confecionar - Carne de porco, galinha, coelho, vitela, pão de trigo, azeite, alho, colorau, piripiri, salsa e sal grosso, tripa seca de vitela ou porco. Fazer a cozedura das carnes, temperar a gosto com sal grosso e azeite. Depois de cozidas cortar parte da carne em pedaços e desfiar a restante. Para um alguidar, miga-se o pão e rega-se com o caldo das carnes. A seguir junta-se o alho bem moídos estrugidos em azeite, a salsa picada, o colorau e o piripiri, amassa-se até o pão estar bem batido. Acrescentam-se por fim as carnes e enche-se a tripa.


Azeite de Trás-os-Montes (DOP): O Azeite de Trás-os-Montes (DOP) é “um azeite equilibrado, com cheiro e sabor a fruto fresco, por vezes amendoado e com uma sensação notável de doce, verde, amargo e picante”.

A Denominação de Origem Protegida Azeite de Trás-os-Montes foi criada em Fevereiro de 1994. Foi o agrupamento Associação de Olivicultores de Trás-os-Montes e Alto Douro que requereu o reconhecimento da denominação de origem protegida nos termos do nº 1 do anexo I do Desp. Norm. 293/93. Só podem beneficiar do uso da denominação de origem protegida o «Azeite de Trás-os-Montes». A Área Geográfica de Produção está circunscrita aos concelhos de Mirandela, Vila Flor, Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Vila Nova de Foz Côa, Carrazeda de Ansiães e algumas freguesias dos concelhos de Valpaços, Murça, Torre de Moncorvo, Mogadouro, Vimioso e Bragança.


Cabrito Transmontano: O Cabrito Transmontano (DOP) é proveniente de animais de raça caprina Serrana, sendo alimentado à base de leite materno. A forma tradicional de alimentação das cabras fornece a este produto características específicas à sua carne. A sua produção obedece a regras inseridas no Caderno de Especificações e envolve o controlo de entidade certificadora, garantindo todo este processo um produto verdadeiramente genuíno e tradicional. A área geográfica de produção abrange os concelhos de Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Alfândega da Fé, Carrazeda de Ansiães, Vila Flor, Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Valpaços e Murça.



Couve Penca de Mirandela: Já desde longa data que as terras férteis da freguesia de Carvalhais produzem couve penca, com características bem diferenciadas, que a tornam muito procurada e apreciada. Em Novembro de 2004, para fazer jus a esta hortaliça, a Junta de Freguesia de Carvalhais organiza a I Feira da Couve Penca, com o objetivo de promover e sensibilizar para a importância económica desta cultura, nestas terras de ledra. No sentido de valorizar este produto de qualidade, certificou-se a semente da Couve Penca de Mirandela, a qual satisfaz as condições estabelecidas no artigo 4º, do DL n.º 154/2004, de 30 de Junho. A semente está inscrita no Catálogo Nacional de Variedades de Espécies Agrícolas e de Espécies Hortícolas, através do Despacho n.º 3574/2006, de 31 de Janeiro, emanada pela Direcção-Geral de Protecção das Culturas e publicado a 2ª Série do Diário da República, de 15 de Fevereiro de 2006.


Mel da Terra Quente: “Mel produzido pela Apis mellifera (sp. ibérica) a partir do néctar das flores da flora características da região. Este mel tem cheiro e sabor “sui generis”. A Denominação de Origem Protegida obriga a que o mel seja produzido de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, as condições de produção, extração, embalagem e conservação do produto. A rotulagem deve cumprir com os requisitos da legislação em vigor, mencionando também a Denominação de Origem Protegida. A área geográfica está circunscrita aos concelhos de Mirandela, Vila flor, Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Mogadouro, Alfândega da Fé, Macedo de Cavaleiros, Carrazeda de Anciães, Vila Nova de Foz Côa e Valpaços.


Queijo de Cabra Transmontano: É um queijo curado semiduro a extraduro, obtido após coagulação do leite de cabra com o coalho de origem animal. Mantém a forma tradicional de fabrico e revela características atribuíveis ao leite e à forma tradicional de maneio das cabras serranas. O uso da Denominação de Origem Protegida obriga a que o queijo seja produzido de acordo com as regras estipuladas no caderno de especificações, o qual inclui, designadamente, as condições de produção de leite, higiene e ordenha, conservação do leite e fabrico do produto. O Queijo de Cabra Transmontano deve ostentar a marca de certificação da entidade certificadora. Comercialmente pode apresentar-se com um peso compreendido entre 0,6 Kg a 0,9 Kg, podendo ser untado com azeite e colorau. A área geográfica de produção abrange os concelhos de Mirandela, Macedo de Cavaleiros, Alfândega da Fé, Carrazeda de Ansiães, Vila Flor, Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta e Mogadouro do distrito de Bragança; os concelhos de Valpaços e Murça do distrito de Vila Real.

Posto de Turismo de Mirandela Rua D. Afonso III 5370-408 Mirandela Telefone: 278 20 31 43

Partilha
logótipos EU
logótipo wiremaze